quinta-feira, 6 de outubro de 2005

Livro Programming Ruby, by Dave Thomas

Comecei a ler hoje este livro. É sobre a linguagem de programação Ruby. Segue o paradigma de orientação a objectos, tal como o Java, mas os tipos são definidos dinâmicamente. É orientada a resolver rapidamente "pequenos" problemas como só as linguagens de script tão bem fazem!

Quem já estiver familiarizado com as multiplas formas de aplicação do Perl, Php ou Python a resolução de problemas, este é do mesmo género. No meu caso, espero utilizar, para dois problemas que tenho: renomear rapidamente ficheiros com o uso a expressões regulares e uma script de actualização do DNS do domínio www.eduardoramalho.com, quando a Netcabo muda o meu IP do modem.

E porquê escolhi esta linguagem?

Curiosidade! Ultimamente esta linguagem é referida cada vez mais frequente em publicações que vou lendo da Net. É o primeiro sinal que tem potencial. Como já tem 10 anos de existencia já acumulou as APIs necessarias para o dia a dia e já amadureceu todas as ferramentas auxiliares para estar apta para um ambiente de produção. Tem um formato de documentação de APIs (como o JavaDoc), biblioteca de testes unitários, sistema próprio de "build" de sistemas. Isto só a folhear este livro ...

domingo, 2 de outubro de 2005

InterRail 2005, Porto (26º dia)

Após uma viagem de 10 horas entre San Sebastian e Coimbra alucinante e sem dormir ... CHEGUEI!!!
Foi uma viagem porreira. Os já familiares cubiculos de 8 lugares do comboio portugues, foi partilhado com mais 2 jovens, "interrailers" como nós.

A viagem subiu de emocao quando uns 12 "talibans" entraram na nossa carruagem, durante a noite, algures numa terriola espanhola. Eram mulçumanos vestidos com as batas brancas a rigor e com as barbas tradicionais. E claro ... fizeram logo a última oração da noite, logo após arrumarem as troxas.

Quem não deve ter gostado muito, eram as pessoas que estavam nos cubiculos com eles. Passado uma hora, o corredor ficou apinhado de pessoas que sairam dos seus cubiculos, com receio de tal criaturas!

De madrugada, voltou o "sorubu", porque eram as orações da manhã. Mas tristemente, também significava que estavamos a chegar ao penultima estação desta viagem: Coimbra. Tinhamos que apanhar um comboio diferente para o Porto. Era altura de despedirmos, do fantastico grupo da viagem (2 interrailers mais duas raparigas que apareceram por lá).

Finalmente, às 11h da manhã, chegamos a Campanhã. Estava cumprido mais uma aventura/epopeia europeia. Apesar do cansaço, senti o dever cumprido e com vontade de repetir a experiencia ... mas para para destinos cada vez mais exóticos, dificeis, distantes ... emocionantes!!!

Obrigado a todos por terem partilhado comigo esta aventura pelo "blog" e espero que se sintam encorajados a realizar também uma expedição deste genero. Espero vos ver já no próximo verão algures numa estação da Europa. Fiquem bem!!!

sábado, 1 de outubro de 2005

InterRail 2005, San Sabastian (25º dia)

Esta a chover! Nao me resta mais nada do que esperar! Vou tentar dormitar um pouco para recuperar de uma viagem em claro. Alguem se esqueceu que o ar condicionado tambem serve para aquecer o compartimento e nao para o colocar a temperaturas árticas.

Pelo menos sabemos que amanha estaremos finalmente em Portugal. Até amanha!