quarta-feira, 28 de setembro de 2005

InterRail 2005, Sarajevo (22º dia)

Esta manha despedimo-nos do Jay-ho (koreano) que nos acompanhou nos ultimos dois dias de viagem. Iamos seguir por caminhos (cidades) diferentes.

Agora tinhamos uma viagem de 5 horas previstas de autocarro, por verdadeiras estradas alpinas (curva contra curva) ate' chegar a Sarajevo. E claro que o autocarro chegou atrasado ... em 1h30m ;)

Pelo menos hoje correu bem arranjar um "private room" para pernoitar. Ainda na estacao de servico de Dubrovnik, estava uma senhora a perguntar se queriamos alojamento. Nos dissemos que nao e que iamos embora para Sarajevo. Ela passa-nos um cartao para a mao da irma que tem o mesmo negocio na proxima cidade. Bem, mal pusemos o pe' fora do autocarro, ja' tava a irma a perguntar se eramos "os portugueses". Estranho ... porque ela so perguntou a nos e nao aos restante "backpackers" que sairam antes? Sera que eles ja topam a pinta dos "tugas"?

Buracos crivados nas paredes por todo lado! E' a melhor maneira de descrever Sarajevo. Ao fim de 10 anos de conflito, ainda esta' presente em todas as ruas desta cidade, os efeitos da guerra. O autocarro passou pela tragicamente famosa avenida dos "snipers". Praticamente todos os postes metalicos estavam "picados" por estilhacos. Ainda existem muitos edificios abandonadados com as marcas da guerra. Tambem impressionante e' a quantidade de cemiterios espalhados pela cidade. E' como se todos os jardins publicos existentes na altura foram utilizados como terra de repouso das vitimas da guerra. Todas as campas tem inscritos os anos no intervalo entre 91 e 95 - o mesmo que durou o conflito. Tambem ainda se ve a passar nas avenidas os jipes Nissan Patrol brancos das Nacoes Unidas e alguns veiculos militares alemaes e turcos. Alguem sabe se os nossos tugas e ca' estao?

As boas noticias e' que a cidade parece estar a recuperar. Todos os passeios estao a ser repavimentados, existem edificios novos por todo lado, e ve-se sempre muita gente na rua. O posto de turismo local foram impecaveis, pela quantidade de informacao (papelada) que nos disponibilizaram gratuitamente.
Agora ao fim deste dia so' temos uma preocupacao. Chegar a casa no domingo! O planeamento esta' nas aranhas, por causa dos ferries e vejo a situacao complicada.